PMGCA - PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICA DA CANA-DE-AÇUCAR

RIDESA tem variedades de Cana-Energia em fase de multiplicação próximas de serem lançadas

RIDESA tem variedades de Cana-Energia em fase de multiplicação próximas de serem lançadas

RIDESA tem variedades de Cana-Energia em fase de multiplicação próximas de serem lançadas
De acordo com Edelclaiton Daros, coordenador nacional da RIDESA (Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroenergético) e professor da Universidade Federal do Paraná, a Cana-Energia já é realidade dentro dos programas de melhoramento de cana-de-açúcar da Rede.

“Não havíamos divulgado, mas temos trabalhado há basicamente 8 anos com Cana-Energia esperando o momento adequado para nos posicionarmos. Hoje, além da cogeração com palhada, isso também pode ser feito com cana-energia. Nosso futuro é eletricidade. Por isso, temos uma baita ferramenta na mão chamada cana biomassa ou cana-energia.”

Segundo ele, a RIDESA já tem materiais em fase de multiplicação próximos de lançamento. “Ao mais tardar, entre 2017 e 2018 teremos variedades como cana biomassa para serem lançadas no mercado. Tanto a tipo 1, que tem 18 ou 19 de fibra, e ainda mantendo 11, 12 de pol, como a tipo 2, que vai para 25, 28 de fibra, e tendo 5, 6 de pol”, relata Daros.

As pesquisas da Rede com Cana-Energia foram abordadas na palestra do Professor Geraldo Veríssimo, da Universidade Federal de Alagoas, durante o Encontro Nacional da RIDESA, que aconteceu no último dia 25 de novembro, em Ribeirão Preto. 

 

Notícias relacionadas